A política agrícola italiana aposta cada vez mais na inovação

Sobre 236 milhões de metros cúbicos de economia de água para cada estação de irrigação, equivalente a 94.000 piscinas olímpicas. Não apenas isso: mais proteção de seguro para os agricultores que estão cada vez mais sujeitos às mudanças climáticas, um compromisso com a estabilização da renda e a proteção da biodiversidade animal. Estes são alguns dos resultados alcançados com o PSRNPrograma Nacional de Desenvolvimento Rural 2014-2022, instrumento cofinanciado pelo Fundo Europeu Agrícola, com o qual o MASAF (Ministério da Agricultura, Soberania Alimentar e Florestas), apoia e desenvolve o potencial das áreas rurais em todo o território italiano. Um projeto financiado na totalidade com 2,8 bilhões de euros.

Património pecuário, biodiversidade, tecnologia e muito mais

Percorrendo mais detalhadamente os dados apresentados ao Ministério, o Plano atribuiu 2,2 bilhões euros aos agricultores para aderirem às ferramentas Gerenciamento de riscosfavoreceu um economia de água potencial de 3.230 milhões de metros cúbicos, e promoveu o melhoramento genético da pecuária e da biodiversidade animal, também através da criação de um sistema de TI na modalidade “Open Data”. A plataforma informática, que recolhe informação relativa a 190 raças criadas em Itália, das quais 150 são autóctones, pode fornecer uma série de informações úteis para o melhoria das nossas raças, bem como o nível qualitativo e quantitativo de produção pecuária e foi desenvolvido dentro do projeto LEO (Livestock Environment Opendata – Opendata Platform for Animal Husbandry).

Mais proteção para os agronegócios

Importante objetivo do PSRN, ampliar e melhorar ooferta de instrumentos de seguro e aumentar o número de empresas agrícolas que dela usufruem, através de um reequilíbrio de natureza territorial, setorial e dimensional; nesse sentido, a maior rubrica diz respeito ao desembolso de uma contribuição pública no prêmio de seguro pagos pelas empresas, para permitir que os agricultores cubram, por meio de apólices de seguro subsidiadas, perdas de produção causadas por intempéries, doenças de plantas e infestações parasitárias. Até à data, para todas as campanhas ativadas entre 2015 e 2022, foram admitidas a financiamento mais de 1,1 milhões de candidaturas, num montante de 2,1 mil milhões de euros, dos quais 95% já foram pagos.

Capítulo seca e infraestrutura para irrigação

O Programa também foi hackeado 546 mil hectares de território, 18% do qual foi elegível para intervenções em infraestrutura para‘irrigação de natureza estratégica nacional. Em particular, foram financiados e lançados 45 projetos, num total de 356 milhões de euros; várias serão concluídas neste ano, com 19 cirurgias atingindo entre 80% e 100% de evolução. Peculiaridades dos projetos: melhorar a capacidade de armazenamento de água, reduzir perdas na rede e introduzir inovações tecnológicas na gestão dos recursos hídricos, incluindo o monitoramento dos usos, tornando o uso dos recursos hídricos mais eficiente.

Continuidade de propósito para o plano 2023 – 2027

Proteger, estabilizar, salvaguardar, investir: concentrando-se nesses quatro pontos centrais para o planejamento, o PSRN 2014-2022 deu uma contribuição importante e concreta para acompanhar os agricultores italianos em direção sistemas de produção mais modernos, flexível e sustentável do ponto de vista econômico, ambiental e social. Um caminho que o MASAF pretende seguir também para o futuro, com o novo ciclo de programação 2023-2027.

Similar Posts