Go internet expande e visa o mercado empresarial

Da Úmbria à cobertura nacional em poucos anos. A GO internet é uma realidade ativa no setor das telecomunicações, em particular na ligação à Internet e nos serviços de voz com recurso a tecnologias de última geração, que tem vindo a crescer rapidamente fazendo escolhas estratégicas corajosas, incluindo a mudança de nome. A empresa nasceu em Gubbio em 2002 com o nome Wave-Max e em pouco tempo expandiu seus serviços superando barreiras regionais até decidir desembarcar na Bolsa de Valores em 2014. Este é o momento em que o nome da empresa muda de pele para tornou-se GO internet ganhando o favor do mercado que imediatamente mostrou interesse no potencial de desenvolvimento da empresa da Úmbria.

2020 é o ano de mais avanços. Com a aprovação do novo plano industrial e a chegada de Marco DiGioacchino à frente da empresa, a GO internet decide adquirir a XStream, operadora nacional de telecomunicações especializada na prestação de serviços de conectividade, voz e comunicação unificada às empresas e com uma clientela concentrada na Emilia-Romagna, Lombardia e Veneto. Desta forma o grupo torna-se um operador nacional de pleno direito com maior enfoque nos clientes empresariais. Mas o crescimento não para e depois de Gubbio, Reggio Emilia e Parma, o escritório de Roma foi inaugurado em abril passado com o objetivo de criar um polo na capital para a expansão comercial no centro-sul da Itália e nas ilhas.

A mudança de ritmo: dos consumidores às empresas

Os bons resultados da GO internet são confirmados pelos dados: as receitas totais no exercício de 2022 ascenderam a quase 10 milhões de euros com um crescimento de 8% face ao exercício de 2021 (€ 9,2 milhões) graças à aquisição da XStream, mas também em virtude do crescimento orgânico no segmento empresarial graças a um setor comercial renovado. De facto, graças ao plano de negócios de 2020 que previa o reposicionamento num outro target de mercado, ou seja, o dos serviços empresariais, em 2022 registou-se um crescimento das receitas dos clientes empresariais de 1,5 milhões de euros (+37,5% face a 2021) mais do que compensada pela diminuição esperada no segmento de consumo de 0,7 milhões de euros (-13,4% face a 2021).

“No final de 2019 fui chamado para gerir a empresa que já não conseguia entregar os resultados esperados. O antigo modelo de negócios, baseado em uma rede proprietária FWA em duas regiões italianas e uma oferta para clientes residenciais, era mais adequado para grandes operadoras, capazes de movimentar grandes massas de clientes.” – explica o diretor-geral Marco DiGioacchino. “A nossa ideia de negócio hoje é mudar radicalmente, deslocando a atenção das infraestruturas para os serviços e focando-nos nos clientes empresariais. A aquisição da XStream em 2020 foi um passo importante neste processo e hoje, com o seu crescimento constante, torna-se um verdadeiro motor para o desenvolvimento do grupo. Queremos representar uma boutique de excelência no cenário italiano de TIC e nos tornar o parceiro de referência para soluções sob medida confiáveis ​​e de alto desempenho para atender às necessidades reais das empresas”.

Os planos para o futuro

A consolidação do negócio em 2020 foi a ação da Linkem, acionista da Go internet e operadora na prestação de serviços de conectividade Fwa, que exerceu o direito de opção de compra do direito de utilização das frequências na faixa 3400 -3600mhz. A operação Linkem permitiu reforçar a parceria com a Go internet sem que esta sofresse interrupções na comercialização e fornecimento de soluções Fwa.

“Fechamos 2022 com uma nota mais do que positiva, fruto do trabalho desenvolvido nos três anos desde o lançamento do projeto de reposicionamento do Grupo, que levou a uma mudança radical no modelo de negócio e nas metas de clientes. O exercício de 2022 representa também um ponto de viragem, uma vez que o GO internet Group regista, pela primeira vez, volumes de faturação de clientes empresariais superiores aos volumes de consumo. Este resultado está fortemente atrelado ao desempenho da subsidiária XStream. Neste cenário, para além do contributo da participada a 100% XStream, a empresa-mãe GO Internet assume também um papel importante através da oferta de soluções dirigidas a pequenos negócios que contemplam várias configurações em pacote de serviços de dados, voz e centrais . No geral, o exercício financeiro de 2022 é de crucial importância para sancionar a validade da direção tomada com o Plano 2020 e mostra tendências de melhoria em várias frentes. Para o futuro pretendemos continuar na linha traçada até agora, consolidando a nossa presença na zona, como fizemos com a recente abertura do escritório de Roma, e potenciando as nossas infra-estruturas de rede para oferecer aos clientes, especialmente clientes empresariais, serviços de alto padrão de qualidade”.

Em um momento de grandes mudanças para a Go internet também foi preciso pensar em um reforço de capital que a empresa empreendeu através do Negma Investment Group. “Gostaríamos e deveríamos ter feito o reforço de capital ainda antes, agora estamos fazendo na atualização do plano industrial”, finalizou o CEO, destacando que para dar ainda mais solidez ao projeto de crescimento estão avaliando também outras formas de capital Reforço.

Similar Posts